Fechar

Login

16

Fev

2017

Festa de Nossa Senhora de Lurdes no Seminário de Resende

No passado sábado o Seminário Menor de Resende celebrou em Festa a Solenidade da sua Padroeira, Nossa Senhora de Lourdes. Desde que há memória, este dia é sempre vivido pela comunidade do Seminário com grande alegria, porque celebramos a Mãe de Deus que se dignou apareceu em 1958 a Bernardete de Soubirous na gruta de Massabielle perto de Lourdes em França e  por intermédio desta humilde menina, chamou os pecadores à conversão, despertando na Igreja um intenso movimento de oração e de caridade, sobretudo em benefício dos pobres e dos doentes.

Este é também um dia para acolher e chamar ao Seminário os familiares e os párocos dos nossos Seminaristas. Este ano não foi exceção. Pela manhã começaram a chegar os pais, familiares e alguns párocos.

O primeiro momento foi de receção e de boas vindas. No salão do Seminário, as Irmãs da Comunidade Servas de Maria do Coração de Jesus presentearam-nos com alguns cânticos de mensagem sempre acompanhados de gestos que nos trouxeram alegria e boa disposição.

A irmã Amanda deu o seu testemunho vocacional, falando um pouco do seu chamamento e como acolheu a vontade de Deus, para deixar tudo e seguir Jesus vivendo no seu coração e na sua vida este mandato do Senhor de ir e de anunciar. De seguida a irmã Maria, com muita afabilidade e simplicidade, deixou-nos algumas pistas e orientações para que, aqui, na nossa terra, eventualmente até na nossa casa, possamos ser missionários e anunciar Jesus. Através do nosso sorriso diário, do simples cumprimento, do gesto afetuoso, da bondade somos portadores da alegria de Jesus. Disse-nos ainda que antes de tudo mais é preciso viver a palavra para depois sermos verdadeiras testemunhas dela. Um obrigado a esta Comunidade, pela sua presença e pela sua alegria partilhada connosco.

Continuar...
 

15

Fev

2017

Visita Pastoral de D. António Couto a S. Martinho de Mouros

De 7 a 12 de fevereiro decorreu, na Paróquia de São Martinho de Mouros, a Visita Pastoral de D. António Couto.

Foram dias intensos e revigorantes em que o Senhor D. António teve a oportunidade de percorrer toda a paróquia visitando o centro e as periferias – doentes, lugares de culto, instituições – e contactou com os grupos ligados à Igreja.

Para o efeito, os vários povos organizaram-se e esmeraram-se para receber de forma condigna e calorosa o Senhor Bispo, ornamentando a preceito todos os lugares por ele percorridos, com especial relevância os espaços de culto visitados.

No dia 7, da parte da tarde, começou por visitar os doentes de Peneda e Stª Eulália. Celebrou Eucaristia e administrou o sacramento da Santa Unção, que D. António fez chegar a todos como uma "carícia de Deus", na Capela de Nª Sª da Ajuda. Terminou este primeiro dia num encontro com a Comissão de Melhoramentos da freguesia, seguido de lanche.

Continuar...
 

11

Fev

2017

D. António Couto na Formação Bíblica para Jovens

“Podia estar perdido Como um náufrago no mar

E ainda perder tudo, até o alento… Podia estar faminto

Como uma criança sem lar Mas eu sei que a Tua palavra Sempre me sustentará…”

No passado dia 4 foi nos dada a oportunidade de aprofundarmos o nosso conhecimento sobre a Bíblia. Reunidos no Seminário de Lamego, o Departamento dos Jovens ajudou-nos a perceber que apesar de ser um livro “tão velho” ele tem tudo a ver com gente “tão nova” como nós.

Durante a manhã, após uma oração onde invocamos o Espírito Santo, recebemos a visita do Sr. Bispo, D. António Couto, que nos indicou o caminho para este dia de descoberta. De facto, no princípio deste percurso necessitávamos de uma orientação geral que nos ajudasse a compreender toda a jornada: a riqueza da Palavra de Deus não está num conjunto de palavras escritas num papel mas está naquilo que transparece, na profundidade do sentido daquilo que está escrito e que é lido, que é anunciado!

Continuar...
 

09

Fev

2017

D. António Couto São João da Pesqueira: A Igreja em Missão

Citando Sua Santidade Papa Francisco, na Exortação Apostólica Evangelii Gaudium, “O Bispo deve favorecer sempre a comunhão missionária na sua Igreja diocesana, seguindo o ideal das primeiras comunidades cristãs em que os crentes tinham um só coração e uma só alma. Para isso, às vezes pôr-se-á à frente para indicar a estrada e sustentar a esperança do povo, outras vezes, manter-se-á simplesmente no meio de todos com a sua proximidade simples e misericordiosa e, em certas circunstâncias, deverá caminhar atrás do povo para ajudar aqueles que se atrasaram e sobretudo porque o próprio rebanho possui o olfato para encontrar novas estradas”.

Foi com estas palavras e grande regozijo que São João da Pesqueira, no dia 21 de janeiro, às 21:00 no Auditório da Biblioteca Municipal, deu as boas vindas a Sua Excelência Reverendíssima Senhor Bispo de Lamego, D. António Couto e ao Reverendíssimo Senhor Pró Vigário, Pe. João Carlos.

Continuar...
 

08

Fev

2017

Visita Pastoral de D. António Couto na Paróquia de Alvarenga

A Paróquia de Santa Cruz de Alvarenga recebeu, na primeira semana de Fevereiro, a Visita Pastoral do Senhor Bispo de Lamego, que cumpriu, em quatro dias, o programa que fora estabelecido com o Pároco, Sr. Pe. Jorge Henrique Gomes Saraiva. Nem a meteorologia adversa, com ventos fortes, muita chuva e frio rigoroso, interferiu no programa.

No dia 1, encontrou-se com os vizinhos das capelas e locais de culto mais frequentados: Bustelo, Várzeas, Santo António, Pade e Igreja Paroquial. Ali orou com o povo e manteve com ele interessantes contactos em ameno tom coloquial, lembrando que Deus nos surpreende também hoje no presente. Deus vela, acordado, sobre o tempo e suas mudanças, não muito longe de nós, não no Céu acima das nuvens e atrás das estrelas, mas aqui no Sacrário da nossa Igreja – sublinhou o Sr. D. António, apontando com ambos os braços para o centro do Altar-mor.

Na manhã do dia seguinte, no Lar de Trancoso, depois de troca de cumprimentos afetuosos com todos e cada um dos utentes, celebrou a Santa Missa, solenizada com cânticos do grupo coral, e administrou o Sacramento da Santa Unção também aos circunstantes que se quiseram associar aos hóspedes da casa. A manhã terminou com o almoço em alegre convívio com todos.

Continuar...