Fechar

Login

18

Jan

2017

Conselho Pastoral Diocesano - 14 de janeiro de 2017

A vida pastoral de uma diocese deve-se substancialmente ao ritmo e à dinâmica que as estruturas eclesiais são capazes de implementar ao longo do tempo. Com esta mesma preocupação, reuniu-se, no passado sábado, dia 14, durante toda a manhã, o Conselho Pastoral Diocesano. Os trabalhos decorreram no Seminário Maior de Lamego, sob a presidência do Senhor Bispo e a participação de aproximadamente 40 pessoas, representantes dos diversos arciprestados, comissões e departamentos de pastoral, movimentos eclesiais e cúria diocesana.

Após a oração inicial, o Senhor Dom António iniciou os trabalhos, congratulando-se com a presença de todos, apelando à intervenção consciente e assertiva de cada um, por forma a alcançarmos com mais clareza o denominador comum do pulsar pastoral da diocese. Lançou ainda duas ou três questões para provocar o diálogo. O Cónego Melo, assumindo a coordenação dos trabalhos, pediu de imediato que os presentes se pronunciassem sobre as atividades diocesanas realizadas desde o início do ano pastoral até então, e qual o balanço a fazer das mesmas.

Continuar...
 

13

Jan

2017

CENTRO DE ESTUDOS FÉ E CULTURA - INQUÉRITO

Para fazer o download em formato PDF, preencher e depois enviar, clique sobre esta primeira imagem ou entre na página da Diocese de Lamego, na secção de download's e siga o link do Centro de Estudos Fé e CulturaAqui.

Para preencher online clique sobre esta segunda imagem ou no seguinte link: Centro de Estudos fé e Cultura

CONVITE

 

O cristão, discípulo de Jesus Cristo, é convidado a seguir o Mestre. Mas ninguém segue um desconhecido ou confia num estranho. E é na medida em que conhece que é capaz de amar e de testemunhar, tornando-se missionário, dando “razões da sua esperança” e sendo fermento e luz num tempo em que Jesus Cristo vai perdendo visibilidade. “Já sabemos que a cultura de hoje não transmite a fé, mas a liberdade religiosa… É por isso que voltamos às coordenadas de São Paulo, e precisamos urgentemente de passar de uma fé de mera convenção para uma de entranhada convicção” (D. António Couto, Carta Pastoral, 2016, n.º 10). “Para isso, é preciso dar um colorido novo a tudo o que já existe. E é preciso que todos os que se dizem discípulos de Jesus Cristo, e que já frequentam as nossas paróquias, sejam transformados em verdadeiros Evangelizadores” (D. António Couto, Carta Pastoral, 2016, n.º 13).

Continuar...
 

11

Jan

2017

Visita Pastoral de D. António Couto à Paróquia de Cujó

Alegria e júbilo, foram estes os sentimentos das gentes desta paróquia de cujó, o nosso Pastor visitou a nossa terra.

As visitas Pastorais são sempre carregadas de simbolismo, num tempo em que a Igreja se encontra “em saída”, o Senhor D. António deslocou-se a este planalto beirão do Montemuro para trazer palavras de alento e ternura para todos.

No primeiro dia o Sr Bispo reuniu com todos os agentes Pastorais; Conselho económico, Irmandade das Almas e Confraria do Santíssimo Sacramento, Movimento da Mensagem de Fátima, Apostolado da Oração, Grupo Coral, Grupo de Jovens, Catequistas; onde transmitiu palavras de encorajamento no anúncio do Evangelho de Jesus Cristo a todos, sem receios. Uma outra palavra de que toda a comunidade se deve tornar próxima onde não haja lugar para o isolamento, onde ninguém se sinta só.

Continuar...
 

09

Jan

2017

Falecimento do Pe. José Filipe Ribeiro | 1933-2017

(Pe. José Filipe em segundo plano, com o Pe. Vítor Rosa, em primeiro plano, na Assembleia do Clero, em 17 de setembro de 2012)

 

O Senhor Deus chamou à Sua presença o Pe. José Filipe Ribeiro.

Natural da Paróquia de São Pedro de Penude, do lugar da Matancinha, o Pe. José Filipe nasceu a 1 de dezembro de 1933. Filho de Matias Ribeiro e de Maria Filomena.

Ordenado sacerdote a 15 de agosto de 1957. Começou por paroquiar em Casais do Douro e Sarzedinho, sendo capelão da Quinta das Carvalhas. No mês de março de 1967 seguiu para a Guiné como capelão militar. Dois anos volvidos, regressou à Diocese e assumiu a Paróquia de Soutelo do Douto e, em 22 de julho de 1975, a de Nagoselo, assumindo também a leccionação de algumas aulas de EMRC na escola preparatória de São João da Pesqueira. Neste tempo, promoveu a construção duma Capela no destacamento de Bale, na Guiné, e restaurou a Igreja de Nagoselo.

Posteriormente assumiu a paroquialidade das paróquias de Figueira, Queimada e Queimadela, no Arciprestado de Lamego.

Durante os últimos tempos encontrava-se no Centro Social e Paroquial de Penude, depois de um longo período de doença prolongada.

A Missa Exequial será celebrada na quarta-feira, dia 11 de janeiro, pelas 10h30, na Igreja Paroquial de Penude, sob a presidência do nosso Bispo, D. António Couto.

O Senhor Bispo, D. António Couto, em nome do Presbitério e da Diocese, manifesta as Suas condolências à família do reverendo Pe. José Filipe. Confiemo-lo à misericórdia de Deus.

(Fonte: M. GONÇALVES DA COSTA (1975). Paróquias Beiraltinas. Penude e Magueija. Lamego: Edição do autor).

 

09

Jan

2017

Falecimento de Emigrantes de Foz Côa | Nota da Vigararia Geral

(foto de Globo.com)

Mais uma vez, um trágico acidente de viação, envolvendo emigrantes, veio ensombrar as festas que trazem os nossos compatriotas às suas terras de origem. Depois de no ano passado, pelas festas da Páscoa, o luto ter atingido várias famílias da nossa diocese, este ano, na madrugada do último domingo, outro acidente, ocorrido na localidade de Charolles, na Estrada Nacional 79, chamada RCEA (Estrada Centro Europa e Atlântico), atingiu emigrantes do concelho de Foz Côa, da Diocese de Lamego, que regressavam à Suíça, depois das festas natalícias.

O nosso Bispo, D. António Couto, expressa a sua proximidade na dor e na oração às famílias enlutadas, aos párocos e às comunidades paroquiais de Freixo de Numão e de Vila Nova de Foz Côa, pedindo a recompensa eterna para os falecidos e o conforto da fé para os familiares que perderam os seus entes queridos.

Pe. João Morgado Costa Morgado, Pró Vigário Geral da Diocese de Lamego