Fechar

Login

23

Jul

2017

Solenidade de São Camilo de Léllis, presidida por D. António

No dia 14 de Julho de 2017, como de costume a comunidade das Filhas de São Camilo de Lamego esteve em festa a celebrar seu Padroeiro. O dia festivo foi precedido por uma novena em honra do nosso Santo na companhia dos utentes do Centro Social Filhas de São Camilo e vivido com a leitura do livro: “Espírito de São Camilo” lido pelos colaboradores do Centro todas as manhãs. O dia iniciou-se solenemente e foram celebradas duas santas missas em honra do nosso santo Pai. A primeira foi celebrada pelo capelão da casa Sr.  Pe. Domingos Pereira da Silva. A segunda Eucaristia, às onze horas da manhã, foi presidida por Sua Excelência Reverendíssima o Sr. Bispo de Lamego Sr Dr. .D. António da Rocha Couto e concelebrada pelo Sr. Vigário Geral Padre Joaquim Rebelo, o Delegado das Religiosas  Sr. Dr. Pe. José Abrunhosa, Monsenhor Germano Lopes e pelo novo Sacerdote Pe. Luís Rafael, que ficaram depois a participar  da mesa das irmãs para completar a festa.

Além da  presença das Irmãs, participaram da celebração nossos Utentes, colaboradores e alguns amigos da  Instituição.

Na Homilia O Sr. D. Antonio partindo da liturgia da festa recomendou a assídua Leitura, companhia e prática da Palavra de Deus; que deve estar sempre gravada no nosso coração, em casa e fora, ao sair e ao entrar procurando perfumar da Palavra de Deus tudo onde nós passamos no dia a dia ( Deuteronómio).

Continuar...
 

22

Jul

2017

Eng. Fernando Santos no Santuário dos Remédios

LAMEGO ENCHEU-SE DE LUZ

No passado dia 13 de julho, uma multidão imensa caminhou com a Mãe Senhora de Fátima. Subiu a encosta entre a frescura e o encanto da mata da Senhora dos Remédios. Ia entoando a recitação do terço e cantos a Maria, Mãe de Jesus. Que beleza esta moldura humana, cheia de luz e de fé!

Chegou o momento de Ela e seus filhos caminhantes serem acolhidos no Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, com um canto mariano, entoado pelo coro deste Santuário.

Seguiu-se uma breve apresentação do orador, senhor Eng. Frenando dos Santos, Selecionador Nacional, pelo senhor Reitor, Padre João António. O orador tomou a palavra e começou por nos saudar como irmãos.

Seguiu-se o testemunho da sua vivência de fé e do seu relacionamento com Maria, testemunho que a todos encantou. Foi, por isso, aplaudido com uma efusiva salva de palmas.

Continuar...
 

21

Jul

2017

Jubileu do nascimento da Beata Clara do Menino Jesus

Pioneira da pastoral social em Portugal

A comunidade das Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição promoveram uma celebração para assinalar o início do Jubileu de nascimento da sua fundadora (1843 – 2018), Beata Maria Clara do Menino Jesus. A cerimónia teve lugar no Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, Lamego, no passado dia 15 de julho.

A presença e acção destas Irmãs na nossa diocese tem já muitos anos. Entre nós destacaram-se no apoio aos doentes e, segundo D. Jacinto Botelho, o nosso bispo emérito que presidiu à Eucaristia, o hospital de Lamego foi o primeiro, em Portugal, a contar com a presença e colaboração das Franciscanas Hospitaleiras. E quem se não lembra da sua presença no Lar de Idosos de Arneirós? Mas a sua acção estendeu-se também à formação, nomeadamente através do Colégio da Imaculada Conceição que, depois de passar para outros proprietários, encerrou as suas portas.

Continuar...
 

20

Jul

2017

Visita Pastoral de D. António Couto em Felgueiras

Entre os dias 11 e 16 de julho decorreu a Visita Pastoral do nosso Bispo, D. António Couto, à paróquia de Felgueiras, da Zona Pastoral de Resende.

D. António Couto veio para “ser no meio de nós a transparência pura de Jesus Cristo, e ajudar a encher de mais amor e alegria a família de Deus”, como tinha referido na sua Carta previamente enviada para preparação da Visita Pastoral.

O programa começou no dia 11 com a visita aos povos de Ferrós, Pimeirol e Beirós, onde o Senhor Bispo fez questão de cumprimentar, um a um, todos os habitantes residentes que o acolheram com flores e saudações de verdadeira alegria e comunhão. Apesar de serem aldeias profundamente desertificadas, o nosso Pastor fez questão de salientar que, para ele tal como para Jesus, um simples filho de Deus vale tanto como os milhares dos grandes centros. Em cada uma das capelas locais, D. António dirigiu uma palavra de saudação aos fiéis que o ouviram atentamente, fez-se um breve momento de oração pelos presentes e ausentes, pelos antepassados e pelos que por razões diversas tiveram de deixar aquelas terras à procura de melhores condições de vida. Seguiu-se a administração do Sacramento da Santa Unção a todos quantos, fragilizados pela idade ou pela doença, quiseram acolher esta “carícia de Deus”, como referiu o nosso Bispo, e deixarem-se tocar pelo dom da graça que Deus concede àqueles que Lhe abrem o coração. Depois, teve lugar a distribuição da sagrada Comunhão a todos os que, reconciliados com o Senhor, quiseram alimentar-se à mesa da Eucaristia. Este encontro não terminaria sem a bênção do nosso Pastor para todos aqueles que viveram este momento com profunda alegria e espírito de comunhão eclesial.

Continuar...
 

19

Jul

2017

Missa Nova do Pe. Diogo Rodrigues | Mazes - Lazarim

No passado domingo, 16, a comunidade de Mazes, da paróquia de Lazarim, engalanou-se para celebrar a fé e participar na “Missa Nova” do seu filho Diogo.

O belo espaço que congrega para outras festas, fez jus ao horizonte largo que oferece e abriu-se para a primeira missa do Pe. Diogo. À volta do altar da celebração e contemplando esse outro altar que é a natureza, foi possível experimentar a presença do nosso Deus, “pois na grandeza e na beleza das criaturas se contempla, por analogia, o seu Criador (SB 13, 5). A natureza e cada pessoa que ali se encontrava, em serena alegria, permitiram, por transparência, encontrar o Nosso Senhor.

Na profunda admonição, o pároco, pe. Agostinho Ramalho, levou-nos pelas estradas da Palavra de Deus e pelo Caminho da vida do recém-ordenado sacerdote. A vida familiar e os seminários merecerem a relevância que todos os sacerdotes sentem e a Palavra de Deus foi luz e guia do momento. Assinalo apenas a feliz analogia a partir de Mateus 6, 2, que coloca Mazes ao nível de Belém e o pe. Diogo ao nível de Miqueias. Esta terra e este jovem são certamente lugar de Deus. Afirmou ainda o sacerdote, em tom de recomendação: “A vida de sacerdote não é fácil, mas bela.” Alertando desta forma para noites mal dormidas e pescas aparentemente pouco conseguidas. Talvez nos faça falta uma certa “pastoral do insucesso”.

Continuar...