Fechar

Login

28

Set

2017

Visita Pastoral à Paróquia de Resende

Entre os dias 12 e 19 de setembro decorreu a Visita Pastoral do nosso Bispo, D. António Couto, à paróquia de Resende.

D. António Couto, como Pastor Diocesano, veio ao encontro do seu povo em nome de Jesus Cristo, o Bom Pastor. Veio para “ser no meio de nós a transparência pura de Jesus Cristo, e ajudar a encher de mais amor e alegria a família de Deus”, como referiu na sua Carta previamente enviada para preparação desta Visita Pastoral. A sua visita veio, de facto, encher de mais amor e alegria a nossa comunidade paroquial que procurou deixar-se interpelar pela sua palavra e pelo seu testemunho de proximidade fraternal.

A visita teve início no dia 12 de setembro que foi dedicado às Instituições locais. O Senhor Bispo foi recebido na Câmara Municipal ao início da tarde e depois visitou o Tribunal, Loja do Cidadão, Centro de Saúde, Repartição de Finanças, Junta de Freguesia, Bombeiros Voluntários, Casa dos Dragões de Resende e terminou, ao fim da tarde, nas instalações da GNR. Em todas as Instituições deixou uma palavra de apreço pelo bem que desenvolvem em prol das pessoas e de cada uma em particular, agradeceu a cooperação com as comunidades paroquiais e pediu a todos que centrem a sua atenção na pessoa humana como prioridade na missão de cada um e de todos em cooperação. O Senhor Bispo foi recebido com cordialidade por todos e a todos e cada um deixou também a sua simpatia e afeto.

No dia 14 de setembro, durante a manhã, o Senhor Bispo visitou as nossas Escolas, tendo começado no Centro Escolar com os mais pequeninos, passando pela Escola Básica D. António José de Castro e terminando na Escola Secundária D. Egas Moniz. Em todas elas foi recebido de forma calorosa por toda a comunidade educativa, Direções, alunos, professores e funcionários. A todos deixou palavras de incentivo à alegria e esperança na construção de um mundo novo e de todos recebeu palavras e gestos de afeto e simpatia. Ao fim da manhã visitou o Centro de Atividades Ocupacionais "Portas p'ra Vida" onde os nossos irmãos com deficiência viveram um momento especial de ternura e carinho com o nosso Pastor. A tarde foi destinada à visita aos nossos doentes e idosos. Em casa de cada um o Senhor Bispo deixou palavras e gestos de encorajamento, rezou com cada um, levou Jesus Cristo e deixou a Bênção de Deus para eles e respetivas famílias. Foram momentos vividos intensamente e com emoção pelos nossos idosos e doentes que se despediam com o brilho nos olhos de alegria e felicidade.

 

O dia 15 de setembro foi dedicado a visitar os povos onde existem locais de culto. O senhor Bispo quis ir ao encontro das pessoas nos seus lugares de residência, conhecer cada um pelo seu nome e pelo seu rosto. Assim cumpria o desafio do Papa Francisco de uma “Igreja em saída” que vai ao encontro de todas as “periferias” onde os irmãos mais simples e anónimos precisam de uma palavra e gestos de conforto e incentivo para que se sintam verdadeiramente filhos de Deus e membros desta família que não despreza nenhum dos seus filhos. Começamos pela manhã por visitar a capela de Santa Quitéria, em Paredes, seguindo para a capela de S. Pedro do Enxertado e de seguida Senhora do Viso e S. Brás. De tarde visitamos a capela de Nossa Senhora da Livração na vila, seguindo para a capela de Nossa Senhora dos Prazeres, de Mirão, Senhora das Preces, de Loureiro e terminaríamos na capela do Senhor dos Aflitos, em Vinhós. Em cada um destes lugares se reuniram as pessoas que acolheram afavelmente o Senhor Bispo com passadeiras de flores e saudações alegres e simpáticas. O Senhor Bispo cumprimentou cada uma das pessoas, rezou com todos e por todos, administrou o sacramento da Santa Unção em cada um dos lugares e distribuiu a Sagrada Comunhão. Lembrando a memória de Nossa Senhora das Dores que celebrávamos nesse dia, pediu-nos que, como Maria e as santas mulheres ao pé da cruz, levássemos connosco Jesus para as nossas vidas e nunca nos separássemos d’Ele. Falando do Sacramento da Santa Unção apresentou-o como uma “carícia de Deus” para os Seus filhos mais necessitados pela fragilidade física, psíquica, moral ou espiritual, convidando a todos a acolher o Sacramento como dom da fortaleza de Deus que vem ao encontro dos Seus filhos mais enfraquecidos. Em todos os lugares as pessoas se despediram do nosso Pastor com palavras afáveis e gestos de alegria pela presença e pelas graças recebidas. Ao fim da tarde o Senhor Bispo reuniu com os 26 Crismandos para lhes explicar o simbolismo do Sacramento que iriam receber no dia seguinte. Convidou-os, como Crismados, a serem outros “Cristos”, vivendo ao Seu estilo, a acolherem os dons de Deus para partilharem com os seus irmãos e a tornarem-se membros vivos e participantes na comunidade. Os jovens ouviram com atenção e parecem ter acolhido os desafios do nosso Pastor.

O dia 16 de setembro, o quarto dia da Visita Pastoral, teve como principal destaque a celebração da Eucaristia na igreja paroquial do Santíssimo Salvador com a administração do Sacramento do Crisma a 26 adolescentes que completaram os dez anos da sua formação catequética. O Senhor Bispo foi recebido no adro da igreja onde foi saudado com uma mensagem de boas-vindas e um ramo de flores por jovens crismandos e depois dirigiu-se para o interior da igreja em procissão sobre um tapete de flores ornamentado pelos fiéis. À entrada beijou a cruz paroquial apresentada pelo senhor Pe. Martins e deu-se início à eucaristia. Na homilia o nosso Pastor desafiou os jovens crismandos a serem o rosto de Cristo no meio do nosso mundo, portadores dos dons do Espírito Santo e empenhados na participação ativa da comunidade paroquial, sendo imagem do Senhor da misericórdia para com os seus irmãos. A igreja paroquial encheu-se de fiéis para ouvir o seu Pastor e deixar-se interpelar pela sua mensagem e pelos seus desafios. No fim da Eucaristia fizemos a nossa romagem ao cemitério para lembrar os nossos irmãos que partiram e que continuam a viver a sua comunhão espiritual connosco. Depois de jantar, o nosso Pastor reuniu com as forças vivas da comunidade no salão do Externato. Apresentaram-se os diversos grupos de pastoral paroquial e o Senhor Bispo a todos se dirigiu com palavras de reconhecimento e desafio a fazermos mais e mais para "levar o anúncio da boa nova a toda a criatura". Desafiou-nos, sobretudo, a sermos cada vez mais uma “Igreja em saída”, indo ao encontro dos irmãos, sobretudo dos que vivem mais sós e fragilizados. Pediu-nos que não nos limitássemos a acolher aqueles que vêm ao nosso encontro, mas que procurássemos construir a Igreja de Jesus Cristo também na rua, no trabalho, nos meios nonde as pessoas vivem, indo ao encontro dos irmãos através de grupos de visitadores.

O ponto alto da Visita Pastoral do nosso Bispo decorreu no domingo, dia 17 de setembro. No quinto dia de visita à paróquia deu-se o encontro com toda a comunidade na eucaristia dominical que decorreu na igreja da Imaculada Conceição pelas 15h. A igreja encheu-se de fiéis para acolher o nosso Pastor e manifestar o espírito da comunhão eclesial, mas também para celebrar as Bodas de Ouro Paroquiais do Senhor Pe. Martins e acolher o novo sacerdote que era apresentado oficialmente para servir a comunidade de Resende. Foi em clima de festa que celebramos estes vários acontecimentos, carregados de emoção e simbolismo e foi com participação entusiasta e massiva que a paróquia se envolveu. Na homilia o Senhor Bispo convidou-nos a vivermos o verdadeiro espírito da fraternidade pela experiência do perdão e da misericórdia, sendo para os nossos irmãos o rosto vivo de Jesus Cristo. Apresentou o exemplo do senhor padre Martins como testemunho vivo durante 50 anos desta doação e deste serviço fraterno na comunidade. No ofertório a comunidade paroquial ofereceu ao senhor Bispo uma tela pintada por um artista da terra com motivos alusivos à paróquia para que continue a recordar esta comunidade. No fim da eucaristia foi prestada uma homenagem sentida ao senhor padre Martins que neste mesmo dia celebrava 50 anos de serviço generoso e alegre a esta comunidade. Oferecemos ao senhor abade uma cesta com cinquenta rosas vermelhas, símbolo da sua doação e entrega à comunidade. Num quadro da última ceia, expressamos a nossa gratidão pelo seu sacerdócio e pelo dom da eucaristia. Foi lida a mensagem da bênção apostólica que o Papa Francisco concedeu ao Pe. Martins por esta celebração e, no fim da eucaristia foi descerrada, no átrio da igreja, uma placa alusiva a esta homenagem para onde foi transferido o busto do senhor Pe. Martins. Para assinalar a entrada oficial do Pe. António José Ferreira ao serviço da comunidade, o senhor Vigário Geral leu a carta da sua nomeação como pároco e oferecemos-lhe um ramo de flores em sinal de boas-vindas. A homenagem ao senhor Pe. Martins continuou com um lanche-convívio no átrio do Seminário onde confraternizamos em ambiente de verdadeira família à volta do nosso pároco. O senhor Pe. Martins sentiu o reconhecimento da comunidade e nós a alegria de o termos connosco como pastor, como mestre e amigo.

A Visita Pastoral à Paróquia de Resende concluiu-se no dia 19 de setembro, uma vez que o programa que estava previsto para o dia 13 teve que ser adiado em virtude do funeral de D. António Francisco dos Santos, Bispo do Porto. Assim, pelas 9h30m fomos recebidos pelo Senhor Provedor e restantes membros dos Corpos Sociais da Santa Casa da Misericórdia e, logo de seguida, iniciamos a visita às várias valências da Instituição. Crianças, jovens, doentes e idosos, todos tiveram oportunidade de conhecer, cumprimentar e sentir o afeto e a palavra amiga do Senhor Bispo que para cada um teve gestos de carinho e de encorajamento. Do mesmo modo também os funcionários foram ouvindo palavras de apreço e de incentivo ao cuidado esmerado que devem ter com cada utente, porque têm ao seu cuidado um grande tesouro – a vida de um irmão. Pelas 11h30m demos início à eucaristia que integrou o sacramento da Santa Unção como “carícia de Deus” para os seus filhos mais débeis e fragilizados pela doença ou pela idade. O nosso Pastor lembrou que as misericórdias de Deus devem passar pelas nossas mãos, pela nossa presença, pelos nossos lábios, pelo nosso coração, sempre que servimos os irmãos mais fragilizados. Eles são o tesouro da Igreja. Ao fim da manhã foi servido o almoço em verdadeiro convívio de confraternização e ambiente festivo. A tarde foi dedicada a visitar mais alguns doentes em suas casas. D. António para todos teve palavras de afeto e encorajamento, rezou com todos, distribuiu a sagrada comunhão e deixou a sua bênção para cada um e respetivas famílias. Os nossos idosos receberam esta visita com verdadeira alegria e ficaram felizes por sentirem esta proximidade e solicitude do nosso Pastor.

Esta Visita Pastoral foi verdadeiramente uma semana de graça e bênçãos para toda a comunidade paroquial. Crianças, jovens, adultos, idosos, doentes, famílias… todos sentiram a presença próxima, fraterna e afável do nosso Bispo e admiraram a simplicidade, profundidade e atualidade da mensagem que nos deixou. A semente foi lançada, esperamos que germine e cresça em abundância.

 

Pe. José Augusto Marques, in Voz de Lamego, ano 87/44, n.º 4429, 26 de setembro 2017