Previous Next

Vigília Missionária em Vila da Ponte

No passado sábado à noite, dia 27 de Outubro, realizou-se em Vila da Ponte a Vigília Missionária. Congregando jovens e adultos de diversas paróquias, este momento de oração foi preparado pelo grupo de Jovens Sem Fronteiras daquela aldeia. À chegada encontramos um bonito cenário que nos abria o olhar para a realidade missionária e nos desafiava, silenciosamente, a um espírito de oração. Entretanto foi lido um texto introdutório onde foi apresentado o tema escolhido para a Vigília: "Todos, Tudo e Sempre em Missão".

Depois de entoarmos o cântico inicial, houve uma dinâmica intitulada "Dar fruto...". Pouco a pouco, tendo como símbolo principal a videira, fomos percorrendo os vários continentes e dissemos que queremos ser ramos que permanecem unidos a Jesus, queremos ser ramos que se deixam transformar por Ele para que possamos dar fruto.

Foram lidas algumas palavras do Papa Francisco na Vigília da JMJ de 2016 em Cracóvia, em que ele diz que “para seguir Jesus, é preciso ter uma boa dose de coragem, é preciso decidir-se a trocar o sofá por um par de sapatos que ajudem a caminhar por estradas nunca sonhadas e nem mesmo pensadas.”

Entretanto fomos cantando vários cânticos, escutámos o Evangelho (Jo 15, 1-8) e, em seguida, tivemos a oportunidade de ouvir o testemunho missionário do Anthony Nascimento. Recordando o tempo que passou em Missão na Guiné, contou-nos histórias de vários momentos concretos e abriu-nos os olhos para uma realidade que não conhecíamos.

Posto isto, fomos desafiados a participar numa dinâmica: em frente ao altar estava uma cepa sem folhas, sem cor, sem vida… que representava uma Igreja sem missionários. Como sinal de compromisso, cada pessoa foi colar uma folha de videira naqueles ramos vazios.

Terminada a dinâmica, houve um tempo de silêncio que nos preparou para a Exposição do Santíssimo. Em espírito de adoração, diante de Jesus, rezamos pelos missionários, pelos jovens, pelas famílias e pela nossa diocese.

Após a Vigília, fomos para a casa paroquial onde nos aguardava um agradável lanche-convívio.

Regressamos a casa com a certeza de que somos chamados, como disse o Papa Francisco, "a apoiar com afeto, ajuda concreta e oração os missionários que partiram para anunciar Cristo aos que ainda não O conhecem".

 

Márcia Augusto, Grupo de Jovens de Cabaços
in Voz de Lamego, ano 88/46, n.º 4483, 30 de outubro de 2018

A acontecer...

Pesquisar

Redes Sociais

Fale Connosco

  254 612 147

  curia@diocese-lamego.pt

  Rua das Cortes nº2, 5100-132 Lamego.

Contacte-nos

Rua das Cortes, n2, 5100-132 Lamego

 254 612 147

 curia@diocese-lamego.pt

 254 612 147

Este site usa cookies para uma melhor experiência de utilização. Saiba mais.