Cáritas é Amor

Como sabemos, a palavra latina “caritas” foi inventada para traduzir o termo grego “agápê”. Significa um amor que se dá, sem esperar recompensa.
“Caridade” (diretamente transposto para português) ou “amor” – neste sentido forte – é, na feliz expressão de alguns teólogos, o nome dado a uma liberdade que torna mais livre a vida dos outros, o nome dado a uma vida entregue que torna mais viva a vida dos outros.

Neste ano, focamo-nos no centro da cáritas: o amor traduzido no cuidar do outro.
Como proferi na homilia da Solenidade de Santa Maria, Mãe de Deus (1 de janeiro de 2020), «cuidar da pessoa humana é cuidar da sua saúde, educação, ambiente familiar, trabalho, espiritualidade, ideais com objetivos positivos, sentido do bem comum, em espírito de solidariedade, onde haja lugar ao perdão e à festa».

Nessa altura, fiz notar «a inquietante falta de respeito pela vida humana, a falta de educação e formação da consciência, a violência dentro do espaço familiar, a falta de respeito para com as crianças e outros comportamentos que corrompem o tecido social, mostram ao cidadão comum que o êxito económico empresarial não é suficiente para o desenvolvimento e bem-estar da sociedade em que queremos viver».
O amor é possível e necessário para pensar a sociedade, partindo sempre da pessoa humana. Como escreveu o Papa Francisco, “o amor autêntico é sempre contemplativo, permitindo-nos servir o outro não por necessidade ou vaidade, mas porque ele é belo, independentemente da sua aparência” (EG 199)

“Cáritas é amor” neste sentido forte. Corresponde a um olhar novo.

«Todos somos verdadeiramente responsáveis por todos» (SRS, 38).
O apelo que faço ao concluir esta Mensagem foi também formulado naquele Dia Mundial da Paz: «Sintamo-nos responsáveis pela sociedade em que vivemos e participemos em reflexões de aprofundamento que levem a atitudes, segundo princípios e valores de defesa do bem comum. Os cristãos devem estar na linha da frente, no interesse pelo bem da sociedade em que vivem». Porque “Cáritas é amor” e o amor é criativo, é desejável que a semana Cáritas seja uma oportunidade para crescer em reflexão e ação.

+ José Traquina, Bispo de Santarém
Presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana

A acontecer...

Seg. Ter. Qua. Qui. Sex. Sáb. Dom.
1
2
3
4
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Pesquisar

Redes Sociais

Fale Connosco

  254 612 147

  curia@diocese-lamego.pt

  Rua das Cortes nº2, 5100-132 Lamego.

Contacte-nos

Rua das Cortes, n2, 5100-132 Lamego

 254 612 147

 curia@diocese-lamego.pt

 254 612 147